#seo

  • O que é SEO? O que é Search Engine Optimization?
O que é SEO? O que é Search Engine Optimization?

SEO é um conjunto de técnicas desenvolvidas para conseguir um bom posicionamento nos motores de busca. Porém, é um jogo de tentativa e erro que demanda muitas técnicas e os resultados não são tão fáceis de mensuram e nem tão rápidos de se ver. Uma parte disso é “culpa” dos motores de busca, pois, por exemplo, a maioria dos critérios de posicionamento do Google não foram revelados e são conhecidos apenas por meio de testes de correlação, além de mudarem o tempo todo sem se saber o porquê.  A principal consequência disso para uma estratégia de SEO é ter que se adaptar constantemente a essas mudanças, monitorar constantemente a eficácia das medidas e testar novas pistas para garantir a melhor adaptação nesse campo altamente mutável.

Entretanto muitos desses erros e acertos na hora de otimizar os websites já são conhecidos e, quando bem geridos, proporcionam resultados positivos no ranking dos motores de busca. Para se fazer isso é preciso de muitas (muitas!) técnicas. Mas, na teoria, as técnicas de SEO não são tão complicadas assim, vamos conhecer alguns de seus conceitos primordiais:

Conteúdo útil 

A primeira premissa é que o princípio fundamental da filosofia do Google são os interesses de pesquisa do usuário. O conteúdo é o meio de prestar serviço aos usuários, informando e orientando-os a fazer boas escolhas.  A qualidade do conteúdo é o elemento mais importante, pois, é levado em consideração pelos motores de busca, já que o objetivo do site deve ser atender às necessidades dos usuários. Assim, a estratégia editorial auxilia tanto nas estratégias On-Page quanto nas Off-Page, aumentando tanto o conhecimento da marca quanto o tráfego.

Velocidade

A velocidade é um dos critérios do algoritmo de posicionamento que foram confirmados oficialmente pelo Google. A velocidade do seu site também influencia a taxa de conversão e, consequentemente, o volume de negócios. De acordo com uma pesquisa realizada pela Akamai, cada segundo a mais resulta em 7 % menos conversões. Para o e-commerce, que fatura 100 mil reais por dia, um segundo a mais pode significar uma perda de sete mil reais por dia e mais de 2,5 milhões por ano.

Mobilidade

O site deve ser eficiente em todos os suportes (PCs, tablets, laptops), já que os usuários migram de uma interface para outra ao longo do dia.

SEO On-Page

É a otimização feita na arquitetura do site, usando como meio principal a estruturação e desenvolvimento da sua malha de conteúdo para aumentar o resultado SEO. Resumidamente, é a otimização feita com a estruturação interna que envolve, principalmente, as keywords, as Meta Tags (título da página, descrição, robots e etc.), a prevenção contra conteúdo duplicado e os links internos. Este último garante mais importância a página, pois quanto mais links apontando para uma página maior é a chance dela ser visitada, portanto será melhor classificada no PageRanking.

Trabalhar com os links entre páginas é trabalhar o site na “malha de conteúdo”, isso pode ser feito de dentro do próprio site para ele mesmo (uma estratégia on-page) ou fazer com que outros sites se “linkem” a ele (estratégias off-page).

SEO Off-Page (Link-Earning/Link-Building)

É a otimização feita para que outros sites queiram se conectar a você.  É preciso de um conteúdo que faça o usuário querer compartilhá-lo, seja através de links, marcadores, ou redes sociais. Isso pode envolver a distribuição de uma Newsletter ou até mesmo compartilhar algum serviço gratuito. Pois os links precisam estar contextualizados, os que não estiverem não serão lidos pelo Google. A apresentação contínua permite que os links apareçam da forma mais natural possível nos motores de busca. E como parte de uma estratégia de Link-Building é essencial selecionar cuidadosamente o meio temático a partir do qual é inserido um link e diversificar suas fontes (diretórios, blogs, comunicados de imprensa). Pois, uma estratégia mal planejada pode levar a um rápido aumento do número de links e se a popularidade parecer excessiva, o site recebe uma penalidade do Google Penguin, então sua posição no ranking pode ser afetada.

Desse modo, as técnicas de SEO nada mais são do que formas de organizar seu espaço online e atrair pessoas para visita-lo e falarem bem dele. Isso aumenta a popularidade e consequentemente a posição no ranking dos motores de busca. Mas é preciso manter esses espaços online sempre arrumados, para que atenda às necessidades daqueles que o buscam e para isso é preciso sempre monitorar o que está acontecendo e fazer mudanças, se adaptar sempre.

Por Daniele Oliveira

  • Chani Seo Tools
Chani Seo Tools

Você sabia que o Google usa milhares de fatores para avaliar um site e o posicionar nas buscas orgânicas?

Por isso as ferramentas SEO são tão importantes no trabalho dos web developers, elas os ajudam a diagnosticar os sites para que então possam fazer os ajustes necessários para otimizar os sites nos motores de busca.

Mas você não precisa ser um web developer para usar essas ferramentas! Por isso, nós do teamChani criamos o Chani SEO Tools, onde disponibilizamos gratuitamente ferramentas SEO para que qualquer um consiga avaliar seu próprio site e com isso entender como pode otimiza-lo e melhorar seu posicionamento no Google.

No nosso Chani SEO Tools você tem acesso as principais ferramentas de análise SEO e poderá saber, por exemplo, o posicionamento de suas keywords (palavras-chave), o tempo de carregamento do seu site;  poderá verificar se há links com erros,  se (e quando) o Google indexou sua página; também poderá gerar códigos-fonte HTMLs para seus Meta tags, entre outras diversas análises SEO que poderá fazer em seu site.

Na nossa página de ferramentas SEO, você poderá usar as ferramentas gratuitamente e sem ser redirecionado para outro site. É simples, rápido, fácil e seguro.

Está esperando o que para fazer um diagnóstico de seu site?

Acesse o seo.chani.com.br ou entre diretamente pela nossa página chani.com.br

Por Daniele Oliveira

  • O Keywords Suggestion Tool
O Keywords Suggestion Tool

O Keywords Suggestion Tool é uma ferramenta SEO que mostra um ranking com as palavras-chave que as pessoas estão buscando no Google para determinado assunto. Dessa forma, é uma ferramenta que mostra as keywords que podem ser usadas para otimizar seu site.

As keywords (ou palavras-chave) podem ser consideradas a base do SEO, pois é através delas que os usuários procuram algo nos sites de busca e, consequentemente, os motores de busca mostram como resultado os sites que apresentam o melhor conteúdo em relação a determinada keyword buscada.

Mas como os motores de busca sabem qual site tem melhor conteúdo para a palavra- chave pesquisada pelo usuário?

Os sites de busca possuem robôs que analisam os sites e os classificam de acordo com sua relevância para determiado assunto. Entre os diversos fatores analisados estão as keywords, pois elas são todas as palavras e/ou conjunto de palavras que compõe um site. Portanto, quanto mais palavras-chave seu site tiver em comum com as buscas dos usuários, quanto mais relevantes forem suas keywords, maior serão as chances dele aparecer como resultadado das pesquisas feitas nos sites de busca.

Escolher corretamente as keywords é essencial para ter um bom posicionamento no Google. Mas escolher as melhores palavras-chave não é uma tarefa tão fácil, por isso, o Keywords Suggestion Tool é uma ferramenta que ajuda na escolha das keywords, pois mostra as palavras que mais estão sendo buscadas no Google.

Por Daniele Oliveira

  • Backlink Checker
Backlink Checker

A ferramenta Backlink Checker faz uma verificação nos principais motores de busca (Alexa, Bing e Google) e mostra quantos backlinks estão apontando para determinado site.

Mas o que são backlinks?

Backlinks são os links que apontam para um site ou página de web e possuem grande importância no PageRank do Google, pois é um dos critérios usados para avaliar um site.

O número de backlinks de qualidade indicam a importância e a populariadade de um site, afinal quanto mais páginas apontam certa página como referência, maior a probabilidade desta página ter um bom conteúdo. Assim, no link building (contrução de links) o importantante não é somente a quantidade de links, mas sim a relação dos conteúdos entre as páginas ligadas.

Com o Backlink Checker é possível verificar quantos links os motores de buscas estão vendo apontando para seu site.

Acesse nossa ferramenta e confira quantos backlinks seu site possui

Por Daniele Oliveira

  • Importância do E-commerce para micro e pequenas empresas
Importância do E-commerce para micro e pequenas empresas

  Se você é um micro ou pequeno empresário, provavelmente já considerou expandir o seu negócio. Ter uma loja maior, contratar mais funcionários, aumentar seu mercado... E desistiu porque tudo isso pareceu muito complicado. Afinal, gerir um negócio não é nenhuma brincadeira. Mas pode haver uma solução para este dilema, e ela vem com o nome de e-commerce.

            O e-commerce nada mais é do que o comércio online. Uma das grandes vantagens de possuir uma loja virtual é o baixo custo de manutenção, quando comparado ao de uma loja física. Não é necessário pagar contas todos os meses, nem contratar funcionários. Além disso, a internet permite a conquista de uma nova gama de clientes, que antes eram limitados aos que estavam geograficamente mais próximos ao seu estabelecimento.

Dados da 3ª Pesquisa Nacional do Varejo Online, realizada pelo E-Commerce Brasil em parceria com o Sebrae Nacional, mostram que:

- 50% dos varejistas que possuem comércio somente online (chamados de pure players) apresentaram lucro no período da pesquisa;

- Somente 9% do verejistas online possuem mais de 25 funcionários e 81% possuem menos de 10;

- 76% das lojas online têm suas sedes nas regiões Sudeste/Sul, e 12% encontram-se no Nordeste;

- A taxa de abandono de carrinho é de 34%, muito menor que em 2014 quando era de 58%. Isso mostra o amadurecimento do brasileiro nas compras online;

 - Cartão de crédito e boleto bancário são as principais formas de pagamento;

- 32% dos e-commerces da pesquisa possuem plataforma própria e 13% têm aplicativo mobile;

 - 60% das lojas online disponibilizam chat para o atendimento pré e pós venda, em 2014 eram 46%;

- 43% dos lojistas não possuem estratégias de fidelização de clientes;

 

O que é necessário para ter um e-commerce?

            Para criar sua loja online, você precisa de três coisas: um domínio, uma hospedagem e um CMS de e-commerce. O domínio é o seu endereço virtual (ou site), e é a partir dele que os clientes chegarão à sua loja. O segundo passo é obter uma hospedagem, que é um serviço de armazenamento. A hospedagem é o que permite que seu site seja acessível 24 horas por dia, por qualquer pessoa no mundo. Por último, você precisa de um CMS (Customer Management System), ele fornecerá para você os dados das vendas que estão ocorrendo no site, como nome do cliente, produto comprado, forma de pagamento e endereço para envio. É via o CMS que você vai adicionar produtos na sua loja virtual também.

Os desafios a serem enfrentados

            Uma loja online é vantajosa sobre várias perspectivas, porém requer tanto cuidado quanto uma loja física. O consumidor online está mais exigente do que o tradicional. A internet permite que ele compare e escolha dentre diversas lojas, sendo assim, a concorrência também cresce.

            Nesse sentido, o primeiro desafio é a visibilidade. O site precisa ser otimizado, isso quer dizer Google Friendly. Para fazer a sua loja se destacar dentre outras, é necessário anunciar corretamente. Contar com uma empresa especializada em publicidade online faz toda a diferença, porque ela terá acesso a pesquisas sobre o seu setor e saberá aconselhar sobre onde, como e para quem falar.

            O segundo é a aparência e a experiência do usuário. Assim como um ponto de venda desorganizado, um site mal planejado incomoda o cliente. Ele deve ser otimizado para aumentar a experiência de usuário. Um design inadequado ou não responsivo perdem pontos.

É preciso não esquecer o conteúdo útil, apostar numa estratégia editiorial agrega valor ao seu site e consiste no coração da nossa proposta.

            Esses fatores dizem respeito às impressões iniciais e o que é preciso para chamar sua atenção. Para fidelizar um cliente, o atendimento é que deve ser o foco. Cumprir prazos, prestar assistência e zelar para que ele receba o melhor possível. Um cliente satisfeito recomenda a sua loja, e com isso atrai outros clientes.

            Se você ainda está dando os primeiros passos no mundo online, contrate uma agência de marketing digital. Nela, funcionários especializados estudarão a sua marca e montarão uma estratégia para desenvolver uma comunicação direcionada e precisa.

 

Por Ana Beatriz Carvas

  • Explicando os termos SEO
Explicando os termos SEO

Se você é um empresário que está buscando otimizar sua presença online, ou se você trabalha com marketing digital, ou se de alguma forma você esbarra nas estratégias de SEO você já deve ter se desesperado com os vários termos específicos da área, não é mesmo?

Por isso, selecionamos algumas terminologias técnicas para ajudar quem ainda está se familiarizando com as estratégias SEO e SEM, confira:

ALGORITIMO : é um conjunto de regras usado por um site de busca na classificação e posicionamento das páginas contidas em seu banco de dados.

BACKLINK : links em sites terceiros que apontam para uma página de um site.

CRAWLER : também conhecido como Spider ou Bot, é um robô usado pelos buscadores para encontrar e indexar páginas de um site.

INDEXAÇÃO : é o processo de é o processo de adição de conteúdo encontrado na Internet (dos motores de busca).

KEYWORDS : são as palavras ou expressões utilizadas nas buscas nos search engines e por isso devem aparecer dentro dos sites também.

LANDING PAGE :  é a página que o usuário chega no site quando clica em um anúncio ou resultado de busca, por exemplo.

LINKBAIT : é a prática de criar peças que estimulem o compartilhamento dos usuários.

LINK BUIDING : é o nome dado à prática de reunir o máximo de links que apontam para um site, como, por exemplo, backlinks ou anúncios.

LONG TAIL : conjunto de keywords (palavras-chave) que são mais específicas, ou seja, que são muito extensas.

META TAGS : são informações colocadas em uma página HTML que informam aos robôs de busca algumas características da pagina, por exemplo, nome (title tag), o conteúdo (description) ou as keywords desta página.

NOFOLLOW : é utilizado para avisar aos mecanismos de buscar para não darem relevancia para determinado link de uma pagina, nem para o PageRank e nem para o algoritimo de busca.

ON PAGE : é o conjunto de técnicas e estratégias de SEO voltado a solucionar questões de relação direta com o site (conteúdo, meta tags, títulos, arquitetura, código fonte e outros).

OFF PAGE : é o conjunto de técnicas e estratégias de SEO voltado a ações de Link Bulding.

PAGERANK: é uma nota utilizada pela ferramenta de busca Google para posicionar websites entre os resultados de suas buscas

SERP : São as páginas dos sites de busca que listam as respostas a uma busca de um usuário.

SITEMAP : é um arquivo com uma lista de links de onde se pode alcançar todas as páginas de um site.

TEXTO ÂNCORA : é o texto usado para criar um link.

 

Por Daniele Oliveira

  • Meta tag Generator
Meta tag Generator

Com a nossa ferramenta SEO Meta Tag Generator você consegue gerar Meta tags para seu site, sem precisar entender de desenvolvimento web. Basta preencher algumas informações e o Meta Tag Generator gera os códigos HTML para você!

As Meta Tags são algumas das variáveis analisadas pelos motores de buscas, como o Google, e são muito importantes pois são uma forma de transmitir informações para os robôs dos sites de busca através de códigos HTMLs que ficam na head do site, ou seja, as Meta tags não são exibidas no conteúdo visível do site, mas pode ser vista através do código-fonte da página.  Isso permite que as Meta Tags carregem diversas informações importantes, desde o autor do site, até páginas que não devem ser lidas e indexadas pelos motores de busca.

Para explicar melhor, vamos listar algumas das Meta Tags mais relevantes:

Title Tag: esssa tag carrega o título de cada página, portanto, para melhorar a experiência do usuário, quando o Google apresenta um resultado para determinada palavra-chave pesquisada provavelmente essa keyword também estará no título das páginas.

Meta Description: essa tag geralmente é a descrição da página que aparece no Google logo abaixo do título, ele não influencia diretamente no posicionamento do site nos motores de busca, mas é o conteúdo que o usuário inicialmente vê sobre uma página. Portanto, é essencial e deve também ser atrativa ao usuário. As Meta descriptions não precisam de muitas keywords, mas carrega palavras-chave que apareceram em negrito de acordo com a pesquisa feita no Google.

Meta Keywords: é a tag onde encontram-se as keywords do conteúdo da página, por isso é importante que as Meta keywords e o conteúdo do site sejam coerentes.

Meta Robots: é uma tag exetremamente importante pois informa aos robots dos motores de busca o que deve ou não ser analisado na página, por exemplo: indexar ou não a página; seguir ou não algum link (follow e nofollow); não indexar imagens (noimageindex), entre outras.

 

Por Daniele Oliveira

  • Google Cache Checker
Google Cache Checker

Com a ferramenta Google Cache Checker você pode ver se o Google visitou sua página e quando!

Isso é importante pois se o Google não indexar sua página quer dizer que ela não está sendo vista pelo seu robô, o Googlebot, e nem pelos seus milhões de usuários.

O Googlebot é muito importante pois são eles que rastreiam os sites e os atualizam ou os adicionam no índice do Google. Consequentemente são eles que carregam as informações que serão levadas em conta para posicionar seu site no ranking dos resultados de busca do Google.

Quando o Google analisa os sites para indexa-los, ele salva previamente uma cópia em seu cache, e por isso a nossa ferramenta SEO Google Cache Checker consegue saber a data e hora de quando o Google passou pelo seu site pela última vez.

Portanto, saber quando o Googlebot visitou seu site é muito importante, por exemplo, para saber se alguma otimização SEO que você fez em seu site já foi vista pelo Google ou se seu novo site já foi indexado.

Veja agora quando o Google visitou sua página pela última vez:

  

Por Daniele Oliveira

  • Webpage Screen Resolution Simulator
Webpage Screen Resolution Simulator

Com o desenvolvimento da internet das coisas cada vez maior, ter um site que se adapta aos diferentes formatos de tela é essencial. Os sites responsivos, como são chamados, permitem que o usuário tenha uma boa experiência em seu site, sem importar qual o tamanho de tela ou dispositivo ele esteja usando, se está acessando através de um tablet, celular, computador ou um smartwatch.

Você sabia que há uma probabilidade cinco vezes maior das pessoas saírem de um site que não é otimizado para celular?

Pois então, você sabe se seu site está otimizado para os diferentes tipos de aparelhos? Teste agora e descobra! Com a nossa ferramenta SEO Webpage Screen Resolution Simulator você pode testar a usabilidade de seu site em diferentes formatos de tela.

Por Daniele Oliveira.

Back to Top